Factos Vikings

A nau Oseberg

No ano de 834, a popular Rainha Viking Aasa de Adger morreu.  Ela era tão amada por seus súditos que estes  deram a ela uma funeral real.  Na época, um funeral real era realizado colocando-se o corpo da  pessoa da realeza dentro de uma nau,  à qual se atiçava fogo e enviada ao mar aberto.  Contudo, esta tradição se aplicava apenas aos homens e,  por este motivo,  a nau funerária real de Aasa foi colocada em uma profunda vala nas  terras argilosas do mar azul.
Acredita-se que a nau funerária de Aasa fora a mais bela  nau Viking construída ( conhecida ) e hoje é conhecida como a nau Oseberg.  A nau Oseberg é uma embarcação de 21,14 metros de cumprimento,  feita em madeira de carvalho e tem a proa e a popa decoradas com  belíssimas gravuras entalhadas na madeira.  Construída entre 815 e 820, acreditasse que tenha sido uma nau  pertencente à realeza.
Em 1904, ela foi descoberta perto da cidade Norueguesa de Oseberg e  seguindo uma tradição que diz que toda nau Viking  é batizada com o nome do local na qual foi encontrada,  a nau funerária da Rainha Aasa hoje se chama Nau Oseberg.
A nau encontra-se extremamente bem conservada.  Ladrões de túmulos extraíram de seu interior  inúmeros objetos que deveriam ter acompanhado a Rainha Aasa  em sua viagem ao Valhal,  contudo, os que restaram, possuem enorme valor histórico.
A nau Oseberg encontra-se hoje no  Museu de navios vikings  em Oslo,  junto a outras embarcações que foram encontradas no fjord de Oslo.
The excavation of the Osebergship

[ ultima atualização :  1-1-2016  ]